5 livros de culinária que você precisa ler!

Inspiração é o que não falta no mundo da gastronomia! Por isso separamos pra você essa lista de livros, pra que você comece 2018 ampliando o conhecimento e as suas receitas. Boa leitura e mão na massa!

Le Cordon Bleu – Todas as Técnicas Culinárias do Mundo

Principalmente para quem está começando na cozinha, esse livro é indispensável. Levando um nome de peso, “Le Cordon Bleu” é considerada a melhor escola de culinária do mundo, ensinando aos melhores chef a arte da cozinha francesa.

O livro conta com mais de 200 receitas da escola.

livro-Le-Cordon-Bleu-todas-as-técnicas-culinárias-do-mundo

A Arte Culinária de Julia Child

Julia Child mudou sua vida ao se matricular na melhor escola e culinária de mundo. Nos EUA se tornou apresentadora e autora de culinária e encantou até os maiores chefs com seu carisma, além do seu conhecimento na cozinha francesa.

A autora expõe em seu livro muitas técnicas próprias para resolver problemas na cozinha de maneira simples!

a-arte-culinária-de-julia-child

Comida Caseira

O chef de cozinha Jamie Oliver que encantou a todos através da TV britânica, nos inspira mais uma vez com seu livro 100 receitas caseiras deliciosas, no qual conta com histórias mais deliciosas ainda, recheadas de carga emocional.

O chef é conhecido pelo uso de alimentos orgânicos e o recente trabalho de mudar hábitos alimentares nas escolas britânicas.

gastronomia-caseira

Pão Nosso

O maior especialista em pães caseiros do Brasil, passa seus conhecimentos através da literatura, com receitas de pães integrais, de mandioca, baguetes, entre outros.

pao-nosso

O Homem que Comeu de Tudo

Crítico gastronômico na revista Vogue desde 1989, Jefrey Steingarten é um dos mais importantes escritores de culinária dos EUA. Sua opinião é temida por muitos, enquanto sua crítica positiva é motivo de grande comemoração.

Em seu livro, O Homem que Comeu de Tudo, ele conta suas inúmeras experiências com a comida e suas viagens pelo mundo. O livro foi traduzido para chinês, japonês, coreano, holandês, alemão, português e checo, e recebeu excelente crítica no The New York Times Book Review.

o-homem-que-comeu-tudo

Comentar